Belo Horizonte divulga esquema de trânsito nos jogos

Principal medida será a proibição da circulação e estacionamento de carros particulares em diversos pontos da região da Pampulha Copa das Confederações A Prefeitura de Belo Horizonte divulgou nesta quarta-feira um plano de mobilidade para tentar facilitar a circulação de veículos e pedestres em algumas regiões da cidade durante a Copa das Confederações, que terá início no sábado, com Brasil x Japão em Brasília. A principal medida será a proibição da circulação e estacionamento de carros particulares em diversos pontos da região da Pampulha, onde está localizado o Estádio Mineirão, nos dias de jogos. Veja também: link México chega em silêncio para Copa das Confederações link Após instalação de toldos, Itália faz treino fechado no Rio de Janeiro link José Maria Marin convida Lula para assistir aos jogos do Brasil
Para que os torcedores possam chegar ao Mineirão, serão oferecidos 300 ônibus especiais  - Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão
Para que os torcedores possam chegar ao Mineirão, serão oferecidos 300 ônibus especiais
  De acordo com a prefeitura, a partir de 0 hora dos dias 16, 21 e 25 de junho – anteriores aos jogos programados para Belo Horizonte – terá início a operação de trânsito no entorno da arena e em vias dos bairros São Luiz, São José, Bandeirantes, Aeroporto e Liberdade, onde o estacionamento será proibido, assim como na orla da Lagoa da Pampulha. O estacionamento do Mineirão também será fechado ao público. Nos dias dos jogos, a partir das 11 horas será vetada também a circulação de veículos não credenciados nas avenidas Abrahão Caram e Alfredo Camarate. Moradores da região precisam fazer credenciamento e não podem deixar os carros nas ruas. Apenas portadores de deficiência terão direito às 120 vagas que serão disponibilizadas pela Fifa na área restrita, mas a pessoa tem que declarar a necessidade na compra do ingresso. Para que os torcedores possam chegar ao estádio, serão oferecidos 300 ônibus especiais que sairão de cinco diferentes pontos na capital e do Aeroporto Tancredo Neves, em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, e seguirão sem paradas até o Mineirão. O transporte será gratuito, mas acessível apenas às pessoas que apresentarem ingressos para os jogos – elas devem, inclusive, guardar o canhoto do bilhete, para poderem voltar nestes veículos. Os ônibus do transporte coletivo comum que passam pela região do estádio também vão circular, mas com trajetos alterados e cobrança normal de passagem. Segundo a prefeitura, em todos os casos os torcedores terão que percorrer a pé até 1,5 quilômetro para chegar ao Mineirão, sempre por rotas cercadas por grades – haverá veículos especiais para o transporte de idosos e pessoas com dificuldade de locomoção até próximo à entrada da arena. E apenas dois pontos de táxi vão funcionar na região. “A mobilidade e a segurança do torcedor são prioridades da operação, mas o morador da cidade, que não irá ao estádio, também é uma das preocupações. Esse não é um evento exclusivamente do estádio”, afirma a nota da Prefeitura de Belo Horizonte. Por:MARCELO PORTELA – Agência Estado  

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale com a gente