Caixa-d’água limpa, morador saudável

Especialistas ensinam como higienizar reservatórios da forma correta para evitar proliferação de doenças
 
 Tão importante quanto ter água em casa é garantir que o recurso tenha qualidade para não prejudicar a saúde dos moradores. Por isso, a caixa-d’água merece atenção mais do que especial. O processo de conservação é muito simples e hoje os produtos disponíveis no mercado têm um sistema de manutenção que pode ser usado por qualquer pessoa. Para que água chegue à casa ou ao apartamento dos consumidores em condições adequadas para uso, é necessário que seja tomada uma série de precauções. Além do cuidado no transporte, geralmente realizado por companhias saneadoras, um dos itens mais importantes é a armazenagem. Gerente da Divisão de Pesquisa e Controle da Qualidade de Água e de Esgoto DVQA – Laboratório Central da Copasa, Airis Antônio Horta conta que, apesar de na companhia a água passar por modernos processos de tratamento, é preciso que seja feita a manutenção do recipiente que a armazena. “A água é distribuída à população totalmente livre de impurezas. No entanto, ao chegar à casa do cliente, há outro local de armazenamento: a caixa-d’água.” Para garantir essa qualidade, ele diz que o local deve ser lavado a cada seis meses e precisa ser mantido bem tampado, para evitar a entrada de bichos e sujeira. “Esses cuidados são imprescindíveis, já que a responsabilidade da Copasa é garantir a qualidade da água distribuída até as ligações”, explica Airis Horta. Coordenador de Capacitação de Mercado da Tigre, Cid Pires de Gusmão reforça a necessidade de se verificar o estado do equipamento a cada seis meses, para que a água esteja sempre potável na hora do consumo. “O próprio morador pode fazer a limpeza, mas é recomendável que um bom instalador hidráulico faça o serviço.” Caso seja feita pelo próprio morador, Cid Gusmão ressalta que não podem ser usados produtos alvejantes, vassouras e esponjas de aço. Também é imprescindível empregar equipamento de segurança, como luvas plásticas e máscara de pano. “Além de cuidados redobrados ao subir em lajes ou telhados”, completa. COMO FAZER O primeiro passo para iniciar o serviço é fechar o registro da entrada da casa e separar uma quantidade de água para as últimas etapas da limpeza. Cid Gusmão diz que é preciso deixar no fundo da caixa a quantidade equivalente a um palmo de água. “Feche as saídas de água da caixa e utilize a água reservada para limpar as paredes e o fundo da caixa com pano.” A água da lavagem deve ser retirada com uma esponja macia e balde, e a caixa-d’água deve ser secada com um pano limpo apenas no fundo, conforme Cid Gusmão. Depois disso, ainda com as saídas da caixa fechadas, deve-se deixar entrar água referente a aproximadamente um palmo de altura e adicionar dois litros de água sanitária, que deve ficar no recipiente por duas horas. “A cada 30 minutos, utilize uma caneca para molhar as paredes internas da caixa.” Ainda com o registro de entrada fechado, é preciso esvaziar a caixa, abrindo as saídas. Todas as torneiras e descargas também devem ser abertas para desinfetar as tubulações da residência. “Abra o registro de entrada para encher novamente a caixa. Anote em um papel e cole na caixa a data da última limpeza”, recomenda Cid Gusmão. Confira oito passos para limpar corretamente a caixa-d’água 1 – Esvazie a caixa. 2 – Escove bem as paredes e o fundo com uma escova de náilon. Não pode ser escova de aço 3 – Lave bem a caixa com um jato forte de água tratada ou potável. 4 – Coloque num balde limpo um litro de água sanitária e 5 litros de água tratada. 5 – Com uma brocha ou um pano, espalhe a solução de água sanitária no fundo e nas paredes da caixa. 6 – Espere para que a solução de água sanitária faça a perfeita desinfecção da caixa-d’água. 7 – Lave de novo a caixa com um jato forte de água. É importante deixar toda a água escorrer. A caixa deve ficar vazia. 8 – Agora, encha de novo a caixa e repita toda a operação daqui a seis meses. Atenção: quando a caixa-d’água for subterrânea, é indispensável observar se ela tem proteção contra a água de enxurrada. Ainda assim, ela deverá ser lavada periodicamente. Fonte: Copasa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale com a gente