CORRETOR É DEMITIDO APÓS ROUBAR CHOCOLATE

CORRETOR É DEMITIDO APÓS ROUBAR CHOCOLATE

Quando nós profissionais do mercado lemos uma notícia como esta, só nos resta um sentimento: Vergonha alheia, ainda bem que o fato não ocorreu no Brasil, pois a maioria das pessoas insistem em julgar que só aqui acontecem coisas absurdas. E você conhece algum caso inusitado envolvendo o corretor de imóveis? Mande sua história que a gente publica aqui no nosso blog! IMOBILIÁRIA SE DESCULPOU PELO OCORRIDO E PROMETEU COMPENSAR “TANTO A BARRA DE CHOCOLATE, COMO QUALQUER INCONVENIENTE CAUSADO” corretorUm corretor de imóveis no Reino Unido foi demitido depois de ser flagrado roubando uma barra de chocolate no apartamento de um inquilino, enquanto apresentava o lugar para potenciais compradores. O homem, que usava um terno roxo, é identificado somente como “George”, segundo informações do Daily Mail. Ele levou uma barra de Galaxy de uma propriedade em Walthamstow, no leste de Londres. Para o azar de George, no entanto, o inquilino Jon Charter, de 42 anos, estava testando naquele dia novas câmeras de segurança que ele havia comprado para sua casa nova. “Fiquei assistindo quando eu estava no trabalho”, relatou Charter ao London Evening Standard. “Eu não conseguia acreditar no que estava vendo. Agentes imobiliários já não são as pessoas mais populares, mas nunca esperaria algo assim.” Após o incidente, o agente da imobiliária Your Move pediu desculpas e disse que estava “constrangido e envergonhado”. Ele alegou que sofre de “tonturas e desmaios” e precisava desesperadamente de açúcar. Ele teria implorado para que o inquilino não levasse o caso adiante. Mas Charter contatou o chefe de George, que imediatamente demitiu o funcionário. A empresa se desculpou pelo ocorrido e prometeu compensar “tanto a barra de chocolate, como qualquer inconveniente causado”.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=465zHFrTu6g]
Fonte: Época Neócios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale com a gente