Criminosos usam Copa para espalhar vírus e roubar dados pela web

Mensagens oferecem falsos prêmios e vantagens. Veja dicas para não cair nos golpes.

Por meio de mensagens eletrônicas que oferecem prêmios e vantagens, os golpistas infectam os computadores dos usuários. Um dos golpes oferece uma viagem para a Copa da África do Sul com tudo pago. O universitário Diogo Moraes Vieira recebeu uma dessas mensagens. “Tinha o emblema da Copa do Mundo deste ano. Falava que eu tinha recebido uma quantia de R$ 300 mil para poder ir à Copa. E era uma ficha cadastral, para colocar o nome completo, telefone, endereço e outros dados pessoais”, conta. “Historicamente, eventos maiores causam aumento nos crimes. Especialmente eventos como Copa do Mundo, Olimpíada, eleições, que envolvem o povo em um sentimento específico. Eles querem consumir informação. [Os criminosos] Se aproveitam disso”, diz Gabriel Rossi, especialista em segurança na internet. Os especialistas dão dicas para evitar cair em golpes: desconfie sempre das superpromoções; veja se é uma marca que você já se relaciona na internet; só abra a mensagem depois de ir até a página da empresa e verificar que a promoção existe mesmo; nunca responda mensagens eletrônicas com ofertas ou promoções (esse contato deve ser feito apenas na página virtual da empresa). Além disso, grandes lojas ou marcas costumam consultar seus clientes antes de incluí-los em promoções. E os criminosos também deixam pistas. “As coisas são escritas com letras maiúsculas, o espaçamento das palavras também é ruim. Eles repetem palavras, [o texto] pode estar escrito em vermelho”, assinala Rossi. 
 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se e receba mais informações sobre o lançamento!!

 

 

Fale com a gente