Flexibilidade e criatividade

Flexibilidade e criatividade
 
   
 
 
Um dos padrões de comportamento ligados à criatividade é a flexibilidade. Pessoas criativas são flexíveis. São pessoas que não repetem comportamentos mecanicamente. Ao contrário, decidem e roteirizam seus comportamentos a cada circunstância, e dispõem de variadas maneiras de executar a mesma ação. Pessoas criativas são aquelas que se fixam nas soluções e não nos problemas. São capazes de ver, ouvir e sentir algo que está definido como objetivo. Antes mesmo que tal coisa se concretize como realidade objetiva, ela já está presente na tela mental da pessoa, como uma representação visual clara. E, devido a essa presença sensorial, a pessoa criativa está apta a monitorar o cérebro na busca de sua realização. Mas, na estrutura de funcionamento do ser humano há, também, uma ameaça à criatividade. É o equilíbrio que nos possibilita viver e crescer, mas ao mesmo tempo motiva fortes reações a mudanças de qualquer tipo, fazendo com que predomine uma tendência à repetição. Por isso, ações inovadoras, novas maneiras de sentir, de perceber e de agir passam a ser evitadas como ameaçadoras. Essa é a razão, absolutamente natural, da reação a mudanças; essa é a razão porque mudar pode custar tanto. Por isso, mudar, diversificar, enfim, exercer a flexibilidade é condição essencial ao processo de criatividade. Toda vez que se é criativo, alguma coisa muda. Texto de Lúcia de Bidart, extraído do livro “Marketing Pessoal”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale com a gente