Minha namorada Roubou a senha do MSN…

Uma jovem empresária de sucesso estava decidindo a compra de um imóvel de 600 mil reais em 3 empreendimentos diferentes. Na terceira imobiliária visitada, foi atendida por um simpático e eficiente corretor de imóveis e após ser gentilmente atendida pediu ao corretor o seu e-mail para um futuro contato caso decidisse comprar com ele. O corretor eficientemente deu o seu cartão de visitas e ainda escreveu o seu e-mail particular no cartão para ter certeza de que, caso ela viesse a decidir, escrevesse também para aquele e-mail por ele indicado. Dois dias depois, a jovem empresária percebeu que o e-mail do atento corretor era também um MSN e o adicionou profissionalmente, pois queria dar-lhe a noticia que tinha decidido comprar com ele pela sua grande simpatia e competência. Após adicioná-lo no MSN, percebeu que o mesmo estava “on line” e escreveu o seguinte… – “Tudo bem Fulano de Tal? Aqui é a Rochele, Gostei muito de ter lhe conhecido e gostaria de marcar um outro encontro com você para continuarmos o nosso assunto pendente, mas só tenho tempo na hora do almoço. É possivel? O que você me acha? De imediato e impulsivamente, veio o retorno da mensagem da Senhora Rochele oriunda do MSN do corretor Fulano de Tal. -”Que negocio de encontro é esse? Quem é você? Você conhece ele de onde? que Rochele? Rochele de quê? AQUI É A BIANCA NAMORADA DEEEEEEEEEEEEEEEEELEEEE! e para piorar a situação ainda clicou naquela carinha do MSN que faz um barulho para chamar a atenção. A senhora Rochele nem pensou duas vezes. Não teceu qualuer comentário. Simplesmente bloqueou o MSN do pobre coitado corretor Fulano de tal, ignorou aquela situação, ligou para a outra imobiliária e comprou com a concorrência do corretor Fulano de Tal. Quatro dias depois do contecido, o pobre corretor, preocupado com as vendas fracas naquele mês, foi se encontrar com a Bianca sua namorada. Neste dia, Bianca muito curiosa e com ar de ciúmes, resolveu declarar que tinha roubado a senha do MSN do corretor só para lhe perguntar quem era aquela tal Rochele, que segundo Bianca, muito mal educada, inchirida e que ainda veio com uma história de marcar encontro com ele na hora do almoço. O corretor fulano de Tal só teve tempo de respirar para gritar em desabafo… NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO! Eu não acredito que você fez essa loucura! E ai? Agora você consegue entender porque o eficiente e simpático corretor Fulano de Tal não conseguiu fechar tão preciosa venda? Pense nisso… Autor intelectual: Prof. Fernando de Queiroz

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale com a gente