O corretor de imóveis no século XXI

Entramos num século em que a tecnologia urge e o mundo parece girar mais que uma vez por dia fazendo tudo mudar rapidamente. Um século que está recém com 10 anos, mas que já é mestre em descobertas, avanços e surpresas. Neste “novo mundo”, o corretor de imóveis que quiser se manter competitivo deve viver a tecnologia e estudar o mercado em constante mudança. A observação, o monitoramento do mercado e a percepção do cliente pelo corretor serão algumas das chaves para o futuro de um corretor de imóveis. É preciso aproximar e humanizar os negócios As melhores técnicas de venda não terão o mesmo efeito que tinham antigamente, pois os clientes do século XXI, de novas gerações, de novos modos de encarar a vida, precisam desta aproximação mais humana, mesmo ao tratar de negócios. O corretor também deverá “viver no mesmo mundo” que o cliente. Isso quer dizer que deve-se estar sempre atualizado com as tecnologias de comunicação e de informação, para falar onde possa ser escutado. Apresentar um imóvel em uma nova plataforma, com recursos em 3D ou com panorâmica em 360º, será um requisito básico para futuro breve, o que agrega valor na venda pelo nível de apresentação do imóvel e da sensibilidade do corretor de perceber o cliente. Fonte: http://www.blogjusto.com.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale com a gente