Valor dos imóveis comerciais sofre queda de 18% no Brasil

1c62d3ae711ecbba77c96b29b500cd30_m A recessão econômica no Brasil promete continuar; e isso fica bem claro quando analisamos os indicadores dos valores de imóveis comerciais. Por conta da crise, o preço do metro quadrado e dos aluguéis de salas comerciais vem caindo.
De acordo com pesquisas realizadas pelo Índice FipeZap Comercial, as pessoas que investem em imóveis comerciais sofrem com a desvalorização desde 2015. No entanto, investimentos como o Certificado de Depósito Bancário, o CDI, seguem crescendo cada vez mais, com rendimento acumulado de 14% ao ano. Valor dos imóveis comerciais nas capitais do Brasil Segundo o FipeZap, o valor dos aluguéis de imóveis comerciais em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte teve queda de 10,77% no período de um ano. Ao considerar somente as vendas, a queda se mostra menos drástica, apenas 3,25%. Nesse cálculo dos percentuais, é preciso computar a inflação do período. Assim, a queda do valor de aluguel é de 18,12% e de venda 5,99%. Metros quadrados mais caros do Brasil De julho a agosto, o cenário é quase o mesmo. O valor de venda por metro quadrado mais caro entre os imóveis comerciais se encontra no Rio de Janeiro, onde o preço chega a R$ 11.899,00; para aluguel, o valor é de R$ 50,00. Em Belo Horizonte, se encontra o preço por metro quadrado mais barato para venda, R$ 7.510,00. E, em Porto Alegre, é de R$ 32,00 o metro quadrado para aluguel de imóveis comerciais. Vale investir? Com a baixa no preço de imóveis e salas comerciais no Brasil, investir nesse ativo pode ser um bom negócio. Para os empreendedores que buscam um imóvel para alugar, o momento se mostra bastante oportuno, considerando que em tempos de crise, as imobiliárias estão mais propícias a negociar com novos inquilinos. Encontrar uma boa empresa que ofereça esse tipo de serviço com qualidade pode fazer toda a diferença. Fonte: Portal SEGS 728x90_nao_compre_zps34dde3c1

Um comentário em “Valor dos imóveis comerciais sofre queda de 18% no Brasil

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se e receba mais informações sobre o lançamento!!

 

 

Fale com a gente